O fluxo de caixa e a sua importância para a empresa

Tempo de leitura: 8 minutos

Se um empresário  não levar em conta o fluxo de caixa do seu negócio, ele pode ter uma visão equivocada da situação da empresa. Um surto de vendas, ou uma data de vencimento do contrato podem criar a impressão de sobra de recursos, mas, sem contabilizar as despesas futuras, essas informações sobre a realidade financeira da empresa podem ficar ocultas.

Você precisa entender o que é fluxo de caixa e como ele pode te ajudar a controlar e organizar seu negócio.

Saiba mais neste artigo!

Conceito de fluxo de caixa

É preciso ter um profundo conhecimento do negócio, para então entender que o fluxo de caixa é uma das obrigações do empresário. Esse conhecimento é um grande aliado do empreendedor.

O fluxo de caixa é uma ferramenta que auxilia o empresário a tomar decisões, pois permite que ele acompanhe todas as movimentações do valor da empresa, ou seja, ajuda a controlar a parte financeira.

O fluxo de caixa é uma ferramenta de controle financeiro que detalha o valor que entra e sai de uma empresa e seu cálculo é baseado no saldo existente na conta bancária e no caixa disponível para a empresa.

Portanto, controlar o fluxo de caixa é importante porque os gestores o utilizam para manter a situação financeira do negócio em ordem. Assim, eles entendem todos os recursos da empresa, incluindo receitas e dívidas, para tomar as melhores decisões na hora de repassar valor aos departamentos que a empresa precisa, além de evitar que você atrase o pagamento dos impostos e outras despesas imprescindíveis para as operações.

Qualquer situação imprevisível de receita e despesa pode deixar a empresa sem dinheiro para pagar as principais contas da empresa, como salários, aluguel e fornecedores. Não entender ou ignorar o fluxo de caixa de uma empresa pode levar ao descontrole financeiro.

Sistema de gestão financeira

Mas você pode me perguntar: como controlar o fluxo de caixa e gerenciá-lo melhor?

Calma, empresário. Neste ponto, existem várias ferramentas que podem ajudar. Uma delas é o procedimento específico que viabiliza todo o fluxo de caixa da empresa e contribui para a construção das demonstrações financeiras.

Busque informações, pesquise, pergunte a outros empreendedores ou ao seu contador e encontre o app que funciona melhor para você, aquele que melhor se adapta às suas necessidades. Vivemos na era da tecnologia. Use-a a seu favor.

Tipos de fluxo de caixa

Entenda os tipos de fluxo de caixa:

  • Operações: calcula receitas e despesas sem considerar as necessidades de investimento e capital de giro;
  • Direto: calcule todos os custos e receitas, incluindo investimentos. Este é o tipo mais realizado;
  • Indireto: analise os lucros e custos de um determinado período para melhorar os resultados ao longo do tempo;
  • Projeção: com base nessas análises, quanto de despesas e receitas a empresa deve crescer no mercado;
  • Gratuito: calcule quanto a empresa precisa ganhar ao longo de meses ou anos para atingir as metas propostas; e
  • Desconto: contabiliza o valor real pelo qual uma empresa é capaz de vender em parte ou na totalidade.

Leia também: Importação de serviços – 6 Tributos e os cálculos

Passo a passo de um fluxo de caixa

Tudo depende das formas e ferramentas que uma empresa utiliza para gerar fluxo de caixa. Por exemplo, em uma loja online, uma boa instrução passo a passo é a seguinte.

  • Adquira um software que calcula automaticamente o fluxo de caixa;
  • Contrate uma empresa intermediária de pagamentos para facilitar o recebimento e a organização financeira;
  • Ao usar ambos os programas, todas as vendas em sua loja serão contabilizadas;
  • Sempre que precisar gastar ou investir o dinheiro que recebe, adicione esse valor ao seu software de fluxo de caixa;
  • Controle quanto você gasta por mês: aluguel, estoque, remuneração de funcionários e muito mais;
  • Reduza esses custos com os lucros auferidos no mês atual e só gaste ou invista se o resultado não for negativo;
  • Repita isso todos os meses.

Embora este passo a passo tenha ferramentas técnicas, é adequado para qualquer negócio e pode ser usado em lojas físicas e outros locais. O uso de tecnologia e ferramentas inovadoras é fundamental para o desenvolvimento dos negócios nos dias de hoje. Facilita o trabalho, fornece resultados precisos, leva menos tempo e reduz custos.

Como facilitar o processo?

Sem milagres ou dicas surpreendentes. A melhor forma de facilitar suas finanças corporativas é contratar profissionais qualificados e utilizar a tecnologia. Simples e claro!

 

Existem muitas ferramentas para calcular lucros, receitas, despesas, investimentos, recursos disponíveis e metas. Além dos intermediários de pagamento acima mencionados.

Esses são os elementos essenciais para ter controle total sobre o dinheiro que entra na caixa registradora da sua empresa.

Se a sua empresa é pequena, sem funcionários e apenas uma pequena equipe, então você mesmo é o profissional qualificado que vai gerenciar o fluxo de caixa da sua empresa. Faça cursos de gestão e administração para avançar na sua organização financeira. Isso ajudará muito seu negócio a crescer.

5 dicas para um fluxo de caixa eficiente

fluxo de caixa

Diferença entre fluxo de caixa e lucro

O primeiro passo é entender que fluxo de caixa e lucro são coisas diferentes. Alguns conselheiros alertam para um erro comum: olhar apenas para os lucros. Muitas vezes, não é útil saber se uma empresa é lucrativa ou não durante um período específico. O fluxo de caixa determinará a capacidade de gerar receita e medir seu verdadeiro valor.

Fique atento, pois os lucros são encaminhados pelo seu contador por meio da Declaração de Renda Anual (DRE). Quem controla o fluxo de caixa é o seu departamento financeiro. Portanto, analise esses dois documentos em conjunto, juntamente com outros documentos que relatam a situação financeira da empresa.

Liquidez

Lembre-se de que muitas empresas fecham não por falta de lucros, mas por falta de liquidez de caixa. Assim, você já pode ver a importância de manter seu fluxo de caixa sempre sob controle. Então, qual é o sentido de ser lucrativo no final de um ano fiscal se a empresa não pode cumprir suas promessas no final do ano?

Pode haver várias razões para isso: inadimplência dos clientes, investimentos desnecessariamente altos, ou a incompatibilidade da distribuição de lucros com a capacidade de gerar fundos.

Para evitar qualquer um desses problemas, é preciso estratégia e eficiência. Por exemplo, a inadimplência pode ser reduzida por meio de tecnologias que podem até mesmo reduzir o número de devedores a zero.

Tome decisões no momento certo

Com os relatórios de fluxo de caixa, os gestores saberão se há falta ou excesso de caixa. Assim, ele poderá tomar decisões para otimizar a estratégia, como, por exemplo: está na hora de lançar uma promoção e queimar estoque? Talvez, seja hora de investir? É melhor adquirir equipamentos novas, ou preciso melhorar a estrutura da empresa?

Tudo isso pode e deve ser determinado a partir de uma boa análise do fluxo, bem como de toda a estrutura financeira. É possível tomar essas decisões de forma muito objetiva e assertiva.

Melhore o gerenciamento de faturamento

Os números do fluxo de caixa são muito importantes para melhorar a gestão de toda a empresa. Eles também ajudam a repensar o sistema de faturamento.

Quando esses números ficam negativos, significa que a empresa pode estar queimando capital de giro. É necessário descobrir o porquê.

Portanto, uma análise completa deve ser realizada de tempos em tempos. Crie relatórios semanais durante períodos de baixo crescimento ou perda. Já em desenvolvimento, podem ser quinzenais ou até mensais. O que você não pode fazer é deixar de acompanhar o crescimento da sua empresa, para identificar as causas de estacionamento ou recessão a tempo de evitá-las ou corrigi-las.

Planejando o futuro

Planejar o futuro é necessário e estratégico. Os empresários devem observar se as entradas previstas são suficientes para cumprir os compromissos para o próximo mês. Pode ser necessário pensar em soluções para evitar possíveis problemas futuros. Muitas vezes, alguns cortes podem ser o suficiente para evitá-los.

Pense sempre estrategicamente. Busque soluções que afetem a saúde financeira da sua empresa da menor forma possível. Recorra a empréstimos e crédito apenas se for absolutamente necessário e se tiver a certeza de que pode pagar. Lembre-se, se o dinheiro está em ordem, o lucro também está.

Se você realmente quer ter um negócio sólido, crescer e aumentar os lucros, é fundamental aprender gestão financeira.

Para concluir

O fluxo de caixa é muito importante para que gestão de uma empresa seja excelência e alcance sucesso. Com uma compreensão real do fluxo de caixa, um gestor pode efetivamente planejar e desenvolver o seu negócio. Com uma gestão financeira de qualidade, o céu é o limite.

A ARKA Online é uma empresa de contabilidade online e digital que presta serviços de qualidade para centenas de empresas. Com uma equipe composta por contadores e profissionais de tecnologia, buscamos melhorar os processos na burocracia fiscal.

Conte com a ARKA para cuidar da contabilidade do seu negócio!

Clique para avaliar este post!
[Total: 0 Média: 0]