O que é o Imposto sobre Serviços (ISS), quem está obrigado a pagar e como calcular

Tempo de leitura: 7 minutos

O Imposto Sobre Serviços (ISS) tem como foco os serviços prestados por empresas e profissionais autônomos, cobrados por municípios e pelo Distrito Federal. Por isso, é um dos impostos mais importantes do Brasil.

Trata-se de um imposto municipal, ou seja, cada município tem autonomia para recolhê-lo. Portanto, o valor do imposto pode variar dependendo da cidade onde é cobrado.

Esse imposto também é conhecido por muitos como Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN). Quase todas as operações que envolvem serviços geram esse imposto, o que o torna muito importante.

Saiba quem deve pagar o Imposto Sobre Serviço (ISS) e como ele é calculado! Se você tiver dúvidas, entre em contato conosco!

Quem deve pagar pelo Imposto Sobre Serviço (ISS)?

A maioria das empresas que prestam serviços são obrigadas a recolher este imposto. A exceção é quando os serviços são prestados no exterior e só têm efeito fora do Brasil.

Mas isso não significa que você tenha que pagar o ISS só porque executou uma atividade de serviço. Isso porque, como a tributação é de responsabilidade de cada prefeitura e DF, as localidades podem conceder isenções de ISS para qualquer atividade. Por isso, antes de fazer qualquer coisa, não deixe de conferir a legislação da cidade em que vai atuar.

A Lei Complementar nº 116/2003, que rege o imposto sobre serviço (ISS), traz um extenso rol de atividades tributárias - desde planejamento, comunicação, publicidade, tratamento, serviços veterinários e até franquias.

Lembre-se: a tarifa efetiva é a tarifa na cidade onde o prestador de serviço está localizado e a tarifa em sua cidade. O único caso em que você tem que pagar a taxa de outra cidade é somente se houver retenção de ISS.

Os empresários devem tomar cuidado, se os impostos forem retidos na fonte. Neste caso, em vez de o prestador pagar a taxa, a pessoa que recebe o serviço é responsável pelo pagamento do imposto.

Além da natureza das atividades desempenhadas, outro ponto importante é que a forma de recolhimento do ISS varia de acordo com o tipo de empresa, ou se o serviço é prestado por profissional autônomo formal. Vamos te contar como o ISS afeta cada caso, confira:

Quer economizar nas despesas contábeis da sua empresa? Que tal mudar para ARKA Online Contabilidade?

Imposto Sobre Serviço (ISS) para Profissionais Autônomos

Há cobrança de ISS por cada serviço pontual prestado pelo autônomo. Este valor é cobrado quando ele presta serviço na sua atividade. O Profissional autônomo pode, ainda, solicitar inscrição municipal e recolher o imposto anualmente.

Imposto Sobre Serviço - ISS para Microempreendedor Individual - MEI

A vantagem para MEIs é que o ISS e todos os impostos podem ser pagos em contribuições fixas mensais na aba DAS. Nesse caso, o empreendedor deve inserir o endereço do portal do empreendedor para acessar a guia de pagamento e pagar todos os impostos.

Leia também: Importação de serviços – 6 Tributos e os cálculos

Imposto Sobre Serviço (ISS) para o Simples Nacional

As empresas enquadradas no Simples Nacional também utilizam uma única diretriz de DAS para recolhimento de ISS e outros tributos, como IRPJ, CSLL, Cofins, entre outros. O empresário deve acessar o site da Receita Federal e utilizar o PGDAS-D (Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional – Declaratório) para calcular todas as alíquotas e imprimir a guia de cobrança.

Imposto Sobre Serviço (ISS) para as demais empresas

Para as empresas classificadas como lucro presumido ou lucro real, o ISS é pago mensalmente no cálculo das taxas. Os empreendedores devem estar atentos à legislação do município em que suas atividades ocorrem, verificando as taxas aplicáveis ​​à natureza do seu negócio.

Também é necessário verificar, na lei, se a sua situação não é uma situação de retenção na fonte – neste caso, o destinatário do serviço é quem tem que recolher o ISS.

Como é o cálculo do Imposto Sobre Serviço (ISS)?

Saber quanto você deve pagar de imposto sobre serviço (ISS) é uma tarefa mais fácil do que parece. Primeiramente, é necessário consultar a legislação do município onde está localizada a prestadora de serviço.

Somente com algumas exceções, a taxa será a do tomador ou localidade da prestação do serviço. Verifique as alíquotas que se aplicam às atividades e a natureza da sua empresa para pagar esse imposto corretamente ou peça a ajuda de um bom contador.

Considere também o valor do serviço, basta seguir essa memória de cálculo:

Valor do Serviço Prestado X Alíquota (taxa) aplicada = ISS a Recolher

Ex.: R$ 1.000 por serviço, tributado à alíquota de 2% (5% é o valor máximo por lei e mínimo de 2%), calculado da seguinte forma:

R$ 1.000 X 2% = R$ 20,00

Ou seja, neste caso, os R$ 20 reais pelo serviço devem ser cobrados pelo município a título de imposto sobre serviço (ISS).

Outro ponto importante é que para as empresas tributadas pelo DAS (Simples Nacional), o imposto é calculado pelo sistema e recolhido em formulário único. Não deixe de consultar seu contador para esclarecer as suas dúvidas específicas sobre as taxas cobradas e para ver se está tudo correto.

Houve mudanças com a implantação da Nota Fiscal eletrônico?

imposto sobre serviço
imposto sobre serviço

Evidentemente que sim. Com a implantação do modelo eletrônico de Nota Fiscal de Serviços em diversas cidades, o cálculo do imposto ficou mais prático. O próprio sistema de emissão de nota fiscal municipal calcula automaticamente o valor do imposto sobre serviço (ISS) - facilitando o recolhimento correto dos impostos.

Mas isso só acontece em cidades com NFS-e: verifique primeiro a legislação local!

O que acontece se eu não recolher o imposto sobre serviço (ISS)?

Se a empresa não recolher esse imposto, quando for obrigatório, estará irregular com a prefeitura e não poderá retirar a certidão negativa e participar da licitação. Além disso, você pode receber uma apuração de imposto e, então, o imposto pode ser cobrado com multas e juros.

Porém, é muito melhor evitar dores de cabeça ou acabar tendo que tirar um dinheiro extra do caixa para quitar dívidas, não é mesmo? Portanto, preste atenção especial às obrigações fiscais de sua empresa e pague corretamente cada imposto devido

E se a minha empresa vender produtos além de prestar serviços?

Nesse caso, você deverá conhecer também o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS.

Mais segurança no pagamento do imposto do seu negócio

Lidar com o imposto sobre serviço (ISS) não chega a ser um bicho papão. No entanto, algumas dúvidas podem permanecer, especialmente levando em conta o dia a dia e as circunstâncias específicas da sua empresa. Nessas horas, vale a pena contar com um serviço de contabilidade seguro e qualificado para tirar as suas dúvidas, verificando se a lei está sendo cumprida - e se você não está pagando mais do que deveria!

Conte com a gente para te ajudar nessa tarefa também! Saiba mais sobre como podemos ajudá-lo

A ARKA Online te ajuda em todos os processos que seu negócio precisa. Entenda mais!

Clique para avaliar este post!
[Total: 0 Média: 0]