Tudo que você precisa saber sobre emissão de notas fiscais

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

A gestão de uma empresa é composta por uma série de atividades que, quando desempenhadas da forma correta, contribuem para o seu sucesso. Neste momento, uma das principais é a emissão de notas fiscais.

No entanto, muitos empreendedores acabam ignorando as notas fiscais, fazendo com que sua empresa corra uma série de riscos.

A emissão de notas fiscais é uma tarefa mais simples do que muitos imaginam. Afinal de contas, hoje todo o processo pode ser feito de forma online, gerando assim não somente uma maior segurança, como também praticidade.

Deste modo, entendendo que boa parte das empresas possui como obrigação emitir notas fiscais, é de fundamental importância compreender melhor este assunto. O que acha de fazer isso neste exato momento?

Continue a leitura deste conteúdo e descubra tudo o que você precisa saber sobre o processo de emissão de notas fiscais!

Aproveite também para ler sobre o assunto: Novas regras de contribuição do INSS: Como elas afetam MEI e profissional autônomo

O que é uma Nota Fiscal?

Quando falamos em uma nota fiscal, estamos nos referindo a um dos documentos mais importantes na gestão de uma empresa. Logo, a sua emissão é uma tarefa que não pode ser negligenciada por nenhum empreendedor.

Isso porque, o seu objetivo principal é fazer o registro de todas as operações de compra e venda tanto de produtos quanto de serviços. Além disso, ela também é utilizada para recolher os impostos que incidem sobre tais movimentações.

Grande parte das empresas brasileiras se encontram obrigadas a fazer a emissão de notas fiscais. O intuito passa por comprovar o faturamento obtido por meio das suas vendas e realizar o recolhimento de impostos.

No entanto, uma das principais exceções é o MEI (Microempreendedor Individual), que deve emitir uma nota fiscal somente quando está prestando serviços para uma outra pessoa jurídica, como empresas e ONGs.

E se a minha empresa não emitir notas fiscais?

Optar pela não emissão de notas fiscais é uma decisão que pode gerar uma série de problemas para uma empresa. O que envolve desde complicações com o Fisco e, em alguns casos, ser autuada por sonegação fiscal.

Afinal de contas, é obrigação de todo e qualquer empreendedor se manter em dia com o Fisco. Logo, ele deve não somente pagar os impostos que incidem sobre as suas operações, como também declarar os seus ganhos.

Quando uma empresa deixa de cumprir com as suas obrigações, ela está se colocando sujeita a vários riscos. Problemas como a sonegação fiscal, por exemplo, podem gerar a aplicação de multas ou até mesmo a prisão.

E, diante de um contexto de crise financeira, precisamos concordar que nenhum empreendedor gostaria de ter gastos extras, correto?

Portanto, é indispensável que uma empresa faça a emissão de notas fiscais e, assim, se mantenha em conformidade com o Fisco. O que é fundamental para que ela consiga se desenvolver financeiramente no mercado.

Leia também sobre: Guia dos indicadores financeiros: Entenda as métricas mais importantes para o seu negócio

Quais são os tipos de notas fiscais?

No momento de fazer a emissão de notas fiscais, o ideal é que o empreendedor conheça quais são os principais modelos deste documento. Afinal de contas, é o que vai orientar qual opção a sua empresa vai utilizar.

Hoje, são vários os tipos de notas fiscais existentes. No entanto, existem três opções que acabam se destacando. Confira quais são:

  • NF: Nota Fiscal.
  • NFS: Nota Fiscal de Serviços;
  • NFC: Nota Fiscal do Consumidor.

Com o avanço da tecnologia, as notas fiscais podem ser emitidas de forma eletrônica. Geralmente, este modelo é representado pela sigla “-e” após o nome de um determinado modelo. No caso da nota fiscal de serviços eletrônica, temos “NFS-e”.

Estamos falando de um modelo mais prático do que o tradicional e que pode gerar uma série de benefícios para uma empresa.

Além de uma maior economia de papel, é possível ter uma maior agilidade no preenchimento das informações e reduzir os custos referentes tanto ao armazenamento dos documentos quanto à sua emissão.

Como é o processo de emissão de notas fiscais?

Após entender do que se trata uma nota fiscal, é de fundamental importância compreender como funciona o seu processo de emissão.

São várias etapas que precisam ser cumpridas por uma empresa para que ela possa fazer a emissão de notas fiscais sem nenhum problema. Confira o passo a passo a seguir e tire todas as suas dúvidas sobre o assunto:

  • Identifique qual nota fiscal a sua empresa quer emitir;
  • Tenha um Certificado Digital;
  • Faça o credenciamento na Secretaria Estadual ou Municipal de Fazenda ou Finanças;
  • Utilize um software para automatizar o processo de emissão de nota fiscal.

Viu como o processo não é difícil? Portanto, se a sua empresa estava ignorando a emissão das suas notas fiscais, agora você já sabe como se manter em conformidade com cada uma das suas obrigações perante ao Fisco.

O que você achou do nosso conteúdo? A ARKA online é um escritório que presta serviços de contabilidade, consultoria trabalhista e tributária.

Aproveite para entrar em contato conosco e descobrir como os nossos serviços especializados podem ajudar a sua empresa!

Não perca a oportunidade de continuar acompanhando outros conteúdos como este! Siga as nossas redes sociais e acesse o nosso blog e confira! Leia sobre o assunto: Bitributação do ISS: saiba como evitar!

 
Clique para avaliar este post!
[Total: 0 Média: 0]