MEI: saiba como fazer a sua Declaração Anual de Faturamento

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Você sabia que o MEI também possui algumas obrigações? Dentre elas, encontra-se a Declaração Anual de Faturamento.

Uma das principais formas de abrir um CNPJ e, assim, prestar serviços de forma legal, é se formalizando como um Microempreendedor Individual (MEI).

De acordo com dados fornecidos pelo Ministério da Economia, existem mais de dez milhões de MEIs no Brasil. A tendência, inclusive, é que este número continue aumentando, visto que estamos falando de uma opção prática para obter um CNPJ.

Depois de se formalizar como MEI, o profissional precisa se manter em dia com todas as suas obrigações. Neste momento, uma das principais responsabilidades é a Declaração Anual de Faturamento, que deve ser cumprida todos os anos.

Sendo assim, o que você acha de compreender qual é o processo para que um MEI possa enviar a Declaração Anual de Faturamento? Continue a sua leitura e tire todas as suas dúvidas referentes ao assunto!

Aprenda também sobre o tema: Tributação para comércio varejista: Conheça os principais impostos pagos.

O que é a Declaração Anual de Faturamento?

A Declaração Anual do Simples Nacional do MEI (DASN-Simei) se apresenta como a principal obrigação de um Microempreendedor Individual (MEI).

De forma anual, o MEI precisa enviar a Declaração Anual de Faturamento tendo como base os faturamentos obtidos no ano anterior.

Estamos falando de tudo o que um Microempreendedor Individual recebeu no ano anterior à declaração, sem incluir descontos referentes aos gastos e despesas do seu negócio.

Sendo assim, o MEI possui até o dia 31 de maio para realizar o envio da DASN-Simei e, assim, se manter em dia com as suas obrigações.

É de fundamental importância que o MEI tenha um bom controle financeiro, a fim de garantir a assertividade no cálculo do seu faturamento.

Quem deve realizar a Declaração Anual de Faturamento?

Todo empreendedor que abrir uma empresa MEI está obrigado a enviar a DASN-Simei, independentemente do valor faturado e mesmo quando for Zero. Para o ano de 2021, aqueles que tiverem sido enquadrados no Simples Nacional até o mês de dezembro de 2020, deverão realizar a Declaração Anual de Faturamento até o dia 31 de maio.

A declaração entregue pelo MEI funciona como um fechamento do ano dos resultados obtidos por uma empresa.

No entanto, será que o profissional que se formalizou como MEI em 2021 deverá entregar a Declaração Anual de Faturamento?

Todo Microempreendedor Individual que abriu o seu CNPJ em 2021 será obrigado a declarar os seus faturamentos a partir de 2022.

No entanto, é necessário compreender, em primeiro lugar, que o limite de faturamento anual de um MEI é de R$ 81 mil. O valor deve ser calculado de maneira proporcional a quantidade de meses que a empresa está aberta.

Com isso, se um MEI foi aberto em agosto de 2020, o limite de faturamento será proporcional ao período de abertura deste CNPJ.

Acompanhe também o nosso artigo: Pensando em abrir um comércio? Conheça as tendências do comércio varejista.

Como fazer a Declaração Anual de Faturamento?

No momento de fazer a Declaração Anual de Faturamento, é necessário que o MEI leve em consideração três informações relevantes:

  • Receita bruta obtida no ano anterior;
  • Se houve algum funcionário contratado;
  • Receita da venda de produtos e serviços.

Para ter acesso ao faturamento obtido no ano anterior, é de fundamental importância que o MEI tenha, em primeiro lugar, um bom controle financeiro, e faça uma consulta de todas as notas fiscais que foram emitidas.

A Declaração Anual de Faturamento pode ser entregue de forma simples e prática, utilizando o aplicativo MEI Fácil. Inclusive, acompanhe a seguir o passo a passo para declarar os faturamentos de forma assertiva:

  • Forneça o CPF no aplicativo;
  • Acesse a opção “declaração anual”;
  • Selecione a declaração que está em aberto;
  • Preencha os valores obtidos por meio de vendas no comércio e indústria;
  • Preencha quais foram os valores obtidos por vendas na prestação de serviços;
  • Informar se o MEI fez a contratação de um funcionário durante o ano anterior.

Após seguir todas as etapas acima, a Declaração Anual de Faturamento será enviada. Sendo assim, o MEI receberá um recibo comprovando a entrega da declaração no seu e-mail.

Portanto, você pode acompanhar, por meio deste artigo, tudo sobre a entrega de uma das principais obrigações de um MEI. Caso tenha alguma dúvida, compartilhe conosco no campo destinado para comentários.

Se você, MEI, precisa do suporte de uma contabilidade, conte com os serviços da ARKA Online. Somos um escritório que presta serviços de contabilidade, consultoria trabalhista e tributária, composto por especialistas em Micro e Pequenas Empresas, MEI e e-Social Doméstico.

Aproveite para entrar em contato conosco e descobrir como os nossos serviços podem te ajudar! Não se esqueça também de seguir as nossas redes sociais e acessar o nosso blog para acompanhar novos conteúdos!

MEI: saiba como fazer a sua Declaração Anual de Faturamento

Você sabia que o MEI também possui algumas obrigações? Dentre elas, encontra-se a Declaração Anual de Faturamento.

Uma das principais formas de abrir um CNPJ e, assim, prestar serviços de forma legal, é se formalizando como um Microempreendedor Individual (MEI).

De acordo com dados fornecidos pelo Ministério da Economia, existem mais de dez milhões de MEIs no Brasil. A tendência, inclusive, é que este número continue aumentando, visto que estamos falando de uma opção prática para obter um CNPJ.

Depois de se formalizar como MEI, o profissional precisa se manter em dia com todas as suas obrigações. Neste momento, uma das principais responsabilidades é a Declaração Anual de Faturamento, que deve ser cumprida todos os anos.

Sendo assim, o que você acha de compreender qual é o processo para que um MEI possa enviar a Declaração Anual de Faturamento? Continue a sua leitura e tire todas as suas dúvidas referentes ao assunto!

Aprenda também sobre o tema: Tributação para comércio varejista: Conheça os principais impostos pagos.

O que é a Declaração Anual de Faturamento?

A Declaração Anual do Simples Nacional do MEI (DASN-Simei) se apresenta como a principal obrigação de um Microempreendedor Individual (MEI).

De forma anual, o MEI precisa enviar a Declaração Anual de Faturamento tendo como base os faturamentos obtidos no ano anterior.

Estamos falando de tudo o que um Microempreendedor Individual recebeu no ano anterior à declaração, sem incluir descontos referentes aos gastos e despesas do seu negócio.

Sendo assim, o MEI possui até o dia 31 de maio para realizar o envio da DASN-Simei e, assim, se manter em dia com as suas obrigações.

É de fundamental importância que o MEI tenha um bom controle financeiro, a fim de garantir a assertividade no cálculo do seu faturamento.

Quem deve realizar a Declaração Anual de Faturamento?

Todo empreendedor que abrir uma empresa MEI está obrigado a enviar a DASN-Simei, independentemente do valor faturado e mesmo quando for Zero. Para o ano de 2021, aqueles que tiverem sido enquadrados no Simples Nacional até o mês de dezembro de 2020, deverão realizar a Declaração Anual de Faturamento até o dia 31 de maio.

A declaração entregue pelo MEI funciona como um fechamento do ano dos resultados obtidos por uma empresa.

No entanto, será que o profissional que se formalizou como MEI em 2021 deverá entregar a Declaração Anual de Faturamento?

Todo Microempreendedor Individual que abriu o seu CNPJ em 2021 será obrigado a declarar os seus faturamentos a partir de 2022.

No entanto, é necessário compreender, em primeiro lugar, que o limite de faturamento anual de um MEI é de R$ 81 mil. O valor deve ser calculado de maneira proporcional a quantidade de meses que a empresa está aberta.

Com isso, se um MEI foi aberto em agosto de 2020, o limite de faturamento será proporcional ao período de abertura deste CNPJ.

Acompanhe também o nosso artigo: Pensando em abrir um comércio? Conheça as tendências do comércio varejista.

Como fazer a Declaração Anual de Faturamento?

No momento de fazer a Declaração Anual de Faturamento, é necessário que o MEI leve em consideração três informações relevantes:

  • Receita bruta obtida no ano anterior;
  • Se houve algum funcionário contratado;
  • Receita da venda de produtos e serviços.

Para ter acesso ao faturamento obtido no ano anterior, é de fundamental importância que o MEI tenha, em primeiro lugar, um bom controle financeiro, e faça uma consulta de todas as notas fiscais que foram emitidas.

A Declaração Anual de Faturamento pode ser entregue de forma simples e prática, utilizando o aplicativo MEI Fácil. Inclusive, acompanhe a seguir o passo a passo para declarar os faturamentos de forma assertiva:

  • Forneça o CPF no aplicativo;
  • Acesse a opção “declaração anual”;
  • Selecione a declaração que está em aberto;
  • Preencha os valores obtidos  por meio de vendas no comércio e indústria;
  • Preencha quais foram os valores obtidos por vendas na prestação de serviços;
  • Informar se o MEI fez a contratação de um funcionário durante o ano anterior.

Após seguir todas as etapas acima, a Declaração Anual de Faturamento será enviada. Sendo assim, o MEI receberá um recibo comprovando a entrega da declaração no seu e-mail.

Portanto, você pode acompanhar, por meio deste artigo, tudo sobre a entrega de uma das principais obrigações de um MEI. Caso tenha alguma dúvida, compartilhe conosco no campo destinado para comentários.

Se você, MEI, precisa do suporte de uma contabilidade, conte com os serviços da ARKA Online. Somos um escritório que presta serviços de contabilidade, consultoria trabalhista e tributária, composto por especialistas em Micro e Pequenas Empresas, MEI e e-Social Doméstico.

Aproveite para entrar em contato conosco e descobrir como os nossos serviços podem te ajudar! Não se esqueça também de seguir as nossas redes sociais e acessar o nosso blog para acompanhar novos conteúdos!

 
Clique para avaliar este post!
[Total: 0 Média: 0]