Juíza de SC suspende Difal 2022 e ICMS sobre transferência entre matriz e filial

Tempo de leitura: 3 minutos

Difal 2022 e ICMS
Difal 2022 e ICMS

Duas liminares foram concedidas para suspender a cobrança da Difal 2022 e ICMS sobre transferências entre matriz e filial.

As duas decisões relativas ao ICMS foram proferidas em favor de filiados da Associação Nacional dos Contribuintes de Tributos - ANCT, através de mandados de segurança coletivos.

A juíza responsável pelo caso é a Dra. Cleni Serly Rauen Vieira, que atua na 3ª vara da Fazenda Pública de Florianópolis/SC.

Cobrança da Difal em 2022

A primeira decisão refere-se à cobrança da Difal - diferença de alíquota - no ano de 2022. O pedido tem relação com recente polêmica tributária envolvendo a publicação de lei complementar sobre o tributo, que se deu apenas em janeiro desde ano. A questão colocada é se a lei poderá ser aplicada para cobranças futuras, uma vez que foi editada após o início do exercício financeiro.

A associação alegou que o imposto deve ser cobrado apenas em 2023, considerando a anterioridade anual do imposto.

A juíza concedeu a liminar em MS (Mandado de Segurança) considerando a relevância dos motivos, e a possível lesão irreversível ao direito.

O STF determinou edição de lei complementar para disciplinar as normas gerais para exigência da Difal, o que ocorreu em janeiro/2022. Assim, a exigência da Difal só pode acontecer no exercício de 2023, ante a obrigatoriedade de observância à anterioridade nonagesimal e à anterioridade anual.

Leia: Educação para empreendedores: conheça 4 plataformas gratuitas

Decisão sobre o ICMS nas transferências entre Matriz e Filial

A juíza deferiu outra liminar no dia seguinte, desta vez para suspendeu a exigibilidade do crédito de ICMS sobre a transferência de mercadorias entre matriz e filial, localizados em diferentes Estados.

Ela entendeu que ficou demonstrado o “periculum in mora”, e não há perigo de irreversibilidade da medida.

Embora possa parecer óbvio, é importante frisar que as mercadorias devem ser sempre acompanhadas das respectivas notas fiscais quando forem transportadas entre estabelecimentos pertencentes ao mesmo titular.

Consequências da decisão proferida

Difal 2022 e ICMS
Difal 2022 e ICMS

A decisão tomada deixa claro que, a partir de 2023, será permitido exigir diferenças na alíquota do ICMS. Isso se deve à lei complementar que regulamenta o tributo, sancionada em 2022.

A segunda decisão, sobre a cobrança do ICMS no deslocamento entre matriz e filial, será isenta de imposto, pois trata-se de uma movimentação apenas entre estabelecimentos pertencentes ao mesmo contribuinte.

O STF considerou que, para haver a incidência do tributo ICMS, é necessária uma verdadeira transferência de propriedade na comercialização do produto (compra e venda). Quando há apenas um deslocamento da matriz para a filial, sem troca de propriedade, o tributo não deve ser cobrado pelo Estado.

Conclusão

As transferências de mercadorias entre uma matriz e suas filiais não estão sujeitas ao ICMS. Isso é válido tanto para operações interestaduais quanto para operações internas. A isenção do ICMS nas transferências de mercadorias entre uma matriz e suas filiais decorre do disposto no artigo 155, III, "b", da Constituição Federal.

Não é devido Difal-ICMS no ano de 2022. A isenção do Difal-ICMS é uma medida que beneficia os contribuintes, pois permite que eles sejam isentos do pagamento desse imposto. Essa isenção é válida para o ano de 2022 e deve ser aproveitada pelos contribuintes.

ARKA Online Contabilidade

Difal 2022 e ICMS
Difal 2022 e ICMS

A ARKA Online Contabilidade é uma empresa de contabilidade online que oferece diversos serviços para empresas e empreendedores. Além de serviços contábeis, a ARKA também oferece artigos de grande importância para quem deseja iniciar ou melhorar seus negócios.

Fique atento, acompanhe nosso blog e leia nossos artigos para ficar por dentro das últimas novidades. Aqui você encontrará tudo o que precisa saber para manter-se atualizado e bem informado.

Não perca tempo e se inscreva para receber nosso conteúdo!

Clique para avaliar este post!
[Total: 0 Média: 0]