Pessoa física e Pessoa Jurídica. Quais as diferenças?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Quem quer se tornar um empresário deve saber o que é uma pessoa jurídica e como ela é diferente para uma pessoa física. Para abrir uma empresa, primeiro é necessário criar um CPNJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) em determinados tipos de negócios, como MEI (Microempreendedor Individual) ou ME (Microempreendedor).

Uma pessoa jurídica é uma empresa criada com um propósito específico, como prestação de serviços, gerenciamento, produção e comercialização de produtos. Já a pessoa física é toda pessoa física que possui a Certidão de Nascimento e o CPF (Cadastro de Pessoa Física).

As diferenças entre contas correntes jurídica e pessoal

Pessoas jurídicas e pessoas físicas têm diferentes registros fiscais, finalidades e pagamentos. Além disso, possuem contas separadas em instituições bancárias e recebem tratamentos diferenciados, como taxas de juros e serviços disponíveis.

As contas pessoais são geridas pelo titular e utilizadas para registar créditos e débitos (ou seja, receitas e despesas), despesas e receitas. Os correntistas têm o direito de usar cartões de débito e crédito e talões de cheques. Qualquer pessoa física pode escolher um banco e utilizar o CPF e outros documentos exigidos (como comprovante de residência) para abrir uma conta corrente.

As contas de pessoas jurídicas são administradas por representantes legais definidos pela empresa, como proprietários ou funcionários de confiança responsáveis ​​pelas finanças. Essa conta é usada para transações relacionadas à empresa, como pagamentos de fornecedores ou lucros de vendas de produtos. Também lhe dá o direito de usar cartões e talões de cheques.

Burocracia abre contas correntes de pessoas jurídicas

Não tem como: abrir conta em banco é sempre burocrático. Você precisa coletar documentos e reservar um tempo durante o dia para entrar na fila e falar com seu gerente.

Para abrir uma conta pessoal, é necessário apresentar RG, CPF, comprovante de residência e os últimos rendimentos. Para abrir uma conta à ordem de pessoa jurídica, há ainda mais burocracia: carteira de matrícula e posteriores alterações, cédula de CNPJ, comprovante de endereço da empresa, contas dos últimos 12 meses, documentos pessoais de sócios e representantes legais.

Mas não fique chateado com tanta burocracia. A abertura de conta para pessoa jurídica traz muitas vantagens, como melhores negociações com instituições bancárias. Além disso, o representante legal desse tipo de conta costuma obter concessões de crédito com linhas mais favoráveis ​​e taxas de juros mais baixas.

Agora, abrir conta pessoa jurídica em um banco digital é muito mais simples do que você imagina, basta você fazer a abertura diretamente no site ou aplicativo da instituição financeira desejada, o processo é todo digital e você não precisa se preocupar com nada.

Se você está tentando abrir uma conta bancária pessoa jurídica, a opção mais fácil e mais segura é abrir uma conta digital. Você pode abrir a conta pessoa jurídica diretamente pelo site ou aplicativo.

Taxas bancárias mais altas

Os pacotes de serviços para contas pessoais variam geralmente entre 9,45 reais e 32 reais, enquanto as contas corporativas podem variar entre 29 reais e 220 reais.

O serviço para contas corporativas é mais caro, porém mais abrangente, e oferece consultas, saques, depósitos, talões de cheques ilimitados e opções de transferência de dinheiro entre contas via DOC ou TED.

No entanto, os empresários não estão autorizados a usar contas de pessoas jurídicas para transações privadas. Além de pagar taxas mais caras, você também pode usar contas privadas e corporativas.

Você deve sempre separar suas despesas pessoais das despesas da empresa

Saber separar despesas pessoais das contas da empresa é um conhecimento básico. Afinal, sem controle financeiro, será difícil uma empresa crescer e até sobreviver.

Tirar do bolso para cobrir o buraco na caixa registradora é uma má ideia. Por exemplo, tirá-lo para pagar contas pessoais também é uma má ideia. Você pode até saber disso, mas é difícil para você entender o que é o seu dinheiro e o que é o dinheiro da empresa.

No dia a dia, essa pode ser uma tarefa difícil, mas estamos aqui para ajudá-lo.

Dicas de como separar suas despesas e da empresa

Ter uma conta bancária separada. Note-se que, se as despesas pessoais não forem efetivamente separadas, não há como separar as despesas pessoais das contas da empresa. Se você usar a mesma conta bancária para os dois fins, a chance de confusão é muito maior.

Estamos falando de gerenciar todas as suas contas de casa (luz, aluguel, apartamento, internet, seguro de automóveis) e compromissos comerciais (salários de funcionários, taxas de cartão de crédito, pagamentos a fornecedores) na mesma conta. É muito mais difícil controlar a entrada e a saída dessa maneira.

Embora manter duas contas e serviços bancários implique custos, não é uma economia positiva. Além disso, alguns bancos oferecem incentivos para que as pessoas jurídicas abram contas, como condições especiais e isenção de tarifas.

Atualizar o fluxo de caixa

Não há segredos: em termos de finanças, os pedidos exigem controle e um grande número de organizações. Para isso, é necessário atualizar o fluxo de caixa. Nele, você grava todas as entradas e saídas, independentemente do valor.

Isso permite que você gerencie pagamentos, pagamentos recebidos e outras questões pendentes de maneira mais decisiva. A planilha de fluxo de caixa pode ajudar nessa tarefa, mas é um bom ERP que pode tornar esse processo de atualização mais automatizado.

Controle as transações financeiras

O fluxo de caixa é muito útil para a gestão financeira do seu negócio, mas outros cuidados devem ser tomados para evitar misturar recursos corporativos com recursos pessoais. Principalmente em empresas familiares, é comum que os sócios utilizem saldos operacionais para pagar certas contas.

A princípio pode parecer bobagem, mas quando se torna um hábito, costuma causar muitos problemas. O ideal é não misturar essas duas áreas, mas se isso acontecer no final, não esqueça de deixar tudo quebrar muito bem.

Outro tópico que merece atenção é evitar o uso de serviços de funcionários para fins pessoais. Também porque, indiretamente, você usará a receita da empresa para pagar aos funcionários o que você está interessado - não negócios.

Defina o valor da compensação para você e seus parceiros

Quando você é funcionário, sabe exatamente o valor e a data em que seu salário será recebido, não é? Então, por que as necessidades de sua empresa são diferentes?

Na verdade, não deveria ser. Você e seu parceiro precisam definir uma força de trabalho profissional. Embora não seja um salário, na prática, ele pode ser usado como uma remuneração justa pelo seu serviço perante a empresa.

Em muitos casos, evita recorrer a dinheiro que pertence à empresa em vez de a si. Também é possível definir parâmetros de frequência de resgates mensais ou outras distribuições de lucros.

Como os saques passarão a fazer parte do orçamento mensal da empresa, é mais fácil fazer planos pessoais e administrar despesas privadas.

Lembre-se sempre de que é importante ter reservas na empresa para manter o capital de giro e garantir o desenvolvimento do negócio.

Faça um diagnóstico financeiro

Todas as dicas apresentadas aqui ajudam a separar despesas pessoais das contas da empresa, mas serão fúteis se você não tiver um diagnóstico financeiro. Só assim você pode ter uma visão mais abrangente das receitas e despesas da empresa e ter um controle mais confiável sobre seu orçamento.

Anote as mudanças financeiras em seu negócio e a origem de cada processo de entrada e saída.

Ao mesmo tempo, repita essas etapas para despesas pessoais para compreender totalmente sua situação financeira.

Aqui você encontra oportunidades de aumentar sua receita, investir e reduzir gastos desnecessários. Para manter um equilíbrio entre despesas pessoais e corporativas, compare os dois aspectos.

E, sempre que possível, conte com o apoio de contadores nesta tarefa.

Siga o blog da ARKA Online e acompanhe mais dicas como essa!

Clique para avaliar este post!
[Total: 0 Média: 0]