Dropshipping e a contabilidade certa

Tempo de leitura: 8 minutos

Um modelo de negócio que está crescendo rapidamente no Brasil é a venda direta. Isso porque já é um modelo de negócios integrado em outros países, além de ser prático.

No entanto, por ser um modelo relativamente novo, muitas pessoas começam a fazer dropshipping de forma irregular, na maioria das vezes, por falta de informação.

Para ajudar você que já usa dropshipping ou quer iniciar um e-commerce nesse modelo, preparamos este artigo com tudo o que você precisa saber para formalizar seu negócio de dropshipping sem dores de cabeça.

Vamos primeiro explicar melhor o que é venda direta e depois você entenderá o que é necessário para normalizar suas operações e entrar em contato com o fisco em poucos dias.

Como funciona uma empresa de dropshipping?

Dropshipping é um modelo de negócio de e-commerce para pessoas e/ou lojas que vendem produtos físicos online. A diferença é que nesse modelo o e-commerce opera sem estoque, pois permite a venda de itens do estoque de terceiros.

Nesse tipo de negócio, a empresa de dropshipping vende apenas os produtos de seu fornecedor, depois repassa o pedido ao fornecedor, que é responsável - após o recebimento do pedido - de enviar o produto diretamente ao comprador. Além disso, podemos citar outras vantagens como:

  • Baixo investimento inicial: você não precisa comprar um único produto para iniciar seu negócio. Você também não precisa de uma loja ou qualquer espaço físico, apenas um local com acesso à internet;
  • Várias possibilidades de produtos: como você não precisa estocar nenhum produto, você pode vender vários produtos diferentes (incluindo produtos de diferentes fornecedores) em seu e-commerce;
  • Mais fácil de escalar: em uma loja tradicional quanto mais você vende, mais você precisa lidar com a logística, transportando o produto do armazém até a loja e entregando ao cliente, no dropshipping você não tem esse problema pois todas as o processamento do pedido é feito pelo fornecedor. Portanto, você pode se concentrar em outras áreas que ajudarão seu negócio a crescer, como marketing e atendimento ao cliente;

Com tantas facilidades habilitadas, o dropshipping está se tornando cada vez mais atraente. No entanto, existem alguns pontos importantes que você precisa entender para ter uma empresa formalizada e evitar problemas futuros com o seu negócio.

Vamos explorar esses pontos.

Leia também: Empresário individual: informações básicas sobre o tipo de empresa

Os erros mais comuns que as empresas de dropshipping cometem

Sabendo o que é dropshipping e o que uma empresa de dropshipping faz, vamos passar para a parte principal deste artigo que irá orientá-lo sobre como regular o seu negócio. Por isso, listamos os erros mais comuns dos empreendedores digitais que optam por utilizar esse modelo de negócio.

CNAE errado selecionado

Muitas pessoas que começam com dropshipping cometem esse erro. Aqui, é necessário que deixemos claro que uma boa assessoria contábil é necessária neste momento, pois é fundamental interpretar adequadamente as atividades comerciais e a legislação, para encontrar a melhor opção.

Para empresas de venda direta, colocamos dois CNAEs:

Provavelmente, você já deve ter ouvido falar que a CNAE não pode ser usada para promoção. Nós explicaremos o porquê você pode usar estes CNAE em seu negócio de dropshipping.

É importante destacar que, se você está no MEI, não pode usar as promoções da CNAE para abrir um negócio!

Bom, quando olhamos para o texto desta CNAE, ela abrange outras atividades e, dengtre elas, a de fulfillment, correspondente à operação de dropshipping. Fulfillment é um termo que está relacionado com a satisfação do cliente. Esta atividade consiste, basicamente, na logística em torno do atendimento dos pedidos dos clientes, abrangendo o conjunto completo de operações e atividades, desde o recebimento do pedido até a entrega do produto ao cliente final.

De qualquer forma, você pode ver a lista completa das atividades abrangidas por este CNAE aqui.

Na prática, a pessoa que trabalha com dropshipping é um vendedor intermediário, considerando que ela processa a compra, recebe o pagamento e envia o pedido ao fornecedor, paga o fornecedor e o fornecedor envia o produto, mas também realiza um serviço fulfillment. Portanto, cabe o uso da CNAE para intermediação e promoção comercial.

Operando como Pessoa Física ou MEI

É compreensível que muitas pessoas façam negócios individualmente ou como MEI, pois muitas vezes essa é uma medida de precaução que serve como teste para o sucesso do negócio. No entanto, às vezes, operar como indivíduo ou mesmo como MEI torna-se impraticável, pois existem restrições que limitam seu crescimento.

Observe que, como pessoa física, o limite da receita mensal isenta de impostos é de R$ 1.903,98. A partir desse valor, você passa a pagar 7,5% de imposto, até 27,5% da sua renda. Isso é completamente inviável.

Como MEI, além do baixo limite de faturamento (R$ 81.000,00/ano e R$ 6.750,00/mês), você não pode escolher a atividade mais adequada para a sua empresa de dropshipping, ou seja, a sua empresa terá uma violação perante o fisco e você encontrará um grande problema, no caso de uma fiscalização pelo Receita Federal.

Em nossa experiência, notamos que esse tipo de negócio costuma atingir esses números rapidamente, dependendo do nicho em que a empresa atua.

Mas tenha cuidado! Antes de começar a fazer alterações no seu perfil fiscal, você deve fazer uma análise da real situação do seu negócio. Pois, dado o custo de abertura e manutenção de um negócio, dependendo do valor do faturamento, pode ser mais vantajoso manter uma identidade individual.

Então, no início, você pode até atuar como Pessoa Física – um modelo de teste, levando em consideração todas as restrições que informamos aqui – mas sempre planejar o crescimento do negócio e, quando for necessário, abrir a empresa para expansão.

Dropshipping e as vendas internacionais e nacionais

dropshipping
dropshipping

Você pode fazer parceria com fornecedores internacionais e fornecedores no Brasil para o dropshipping. Mas dependendo da sua conta, pode ser vantajoso ter duas empresas (uma para entregas domésticas e outra para entregas internacionais).

Isso muda a natureza de sua operação - quando você inclui fornecedores no mesmo país que você, portanto, há diferenças de impostos na maioria dos casos. Então, o ideal é usar um CNPJ para entregas internacionais e outro CNPJ para entregas domésticas.

Como resultado, você pode manter sua empresa financeiramente segura e funcionar com mais facilidade. Tenha sempre isso em mente, ao iniciar um negócio, você pode contar com ajuda profissional para não cometer erros que possam comprometer seu negócio.

Como praticar dropshipping de forma correta

A primeira coisa a explicar aqui é que no Brasil ainda não existe uma legislação específica, totalmente voltada para empresas de venda via dropshipping. No entanto, é possível operar legalmente e atender às exigências do fisco.

A Arka Online é uma empresa especializada em negócios digitais e, à medida que mais pessoas e empresas operam nesse ambiente, decidimos aprofundar esse negócio para oferecer garantia de crescimento aos nossos clientes.

Assim, mesmo que não seja possível padronizar totalmente a operação de dropshipping, é possível que com a boa assistência de uma empresa profissional, você consiga crescer e ganhar dinheiro sem se preocupar com impostos.

Tributação correta para o dropshipping

Cada empresa tem características próprias, então é necessário realizar pesquisas sobre a empresa em questão, para que se possa fazer o melhor enquadramento.

A legalização da sua empresa começa com o entendimento de suas atividades para selecionar adequadamente o CNAE.

Em alguns casos, a melhor opção para uma empresa de dropshipping é tributar o lucro presumido e, em outros casos, o Simples Nacional é a melhor opção.

Por isso, fazemos pesquisas sobre o negócio de nossos clientes para entender as melhores opções. Não há regras gerais e a análise precisa ser feita por negócio.

Busque por uma contabilidade especializada

Você já deve entender a importância de ter uma empresa formal de dropshipping e se manter a par das autoridades fiscais. Isso evitará problemas futuros que podem comprometer o seu negócio.

Na ARKA Online, oferecemos um diferencial, pois além de nossos serviços de consultoria, estudamos a situação de nossos clientes para oferecer as melhores opções contábeis. Você organizará todos os dados fiscais da sua empresa, o que lhe dará mais segurança e tranquilidade para o crescimento do seu negócio.

Você tem alguma dúvida sobre dropshipping que não foi respondida neste artigo? Deixe nos comentários ou entre em contato conosco e teremos o maior prazer em ajudá-lo a entender melhor como regular sua empresa de dropshipping!

Clique para avaliar este post!
[Total: 0 Média: 0]